logo-transparente.png
Fundo Blog_mascara.png

Como o Autoconhecimento pode mudar sua vida profissional - Parte 2

Se você chegou aqui perdido, ou nem lembra do que falamos no último post, dá uma olhada na primeira parte dessa discussão! (clica em mim)


Autoconhecimento e Autocontrole

Uma vez que temos autoconhecimento para identificarmos quem nós realmente somos e inteligência emocional para entendermos os nossos sentimentos e o sentimento dos outros, é hora de praticarmos o autocontrole.


Não, autocontrole não significa você numa camisa de força 🤦‍♀️🤦


O autocontrole nada mais é do que a habilidade de dominar as nossas emoções mais fortes, como a raiva, e agirmos conscientemente, para que não façamos coisas das quais podemos nos arrepender depois.


Durante a nossa vida profissional, enfrentaremos diversas situações que possam causar frustrações e consequentemente, sentimentos fortes como raiva e tristeza. Nessas horas é essencial termos autocontrole para dominar nossas ações, voltarmos a ser racionais e pensarmos muito antes de agir. Qualquer atitude tomada quando estamos altamente influenciados por nossas emoções mais primitivas, pode acarretar consequências extremamente negativas na nossa vida profissional.


Ter um bom autoconhecimento nos ajuda a identificar gatilhos para essas emoções e, com isso, tomar atitudes prévias que evitem com que essas emoções tomem conta do nosso ser, ou que pelo menos sejam mais brandas, o que facilita o nosso autocontrole.


A boa notícia é que, assim como o autoconhecimento, o autocontrole pode ser praticado. Existem algumas atitudes simples que nos ajudam a controlar nossas emoções a ações proveniente delas de maneira bem eficiente. Vê só:

  • Tente lembrar de 2 situações recentes onde você sentiu fortes emoções, positivas ou negativas. Qual o motivo para essas emoções acontecerem? Como foi a sua reação? Se em uma delas você identificou que reagiu adequadamente e na outra nem tanto, qual a diferença das suas atitudes nessas ocasiões? Esses questionamentos irão te ajudar a saber como agir das próximas vezes


  • Se estiver em um ambiente estressante, antes de tomar qualquer atitude ou responder alguém, conte até 10. Isso te ajudará a não agir na emoção.


  • O cansaço influencia o nosso humor. Se estiver muito cansado, deixe a discussão para depois. Por mais que parece ser mais eficiente continuar e resolver tudo de uma vez só, nossas ações influenciadas pelo cansaço podem gerar consequências negativas.

Formas de desenvolver o autoconhecimento

Até aqui, entendemos o que é autoconhecimento, descobrimos a relação dele com inteligência emocional e autocontrole, além de observarmos a sua influência na carreira profissional. Agora é a hora de identificar algumas maneiras eficazes para iniciar o processo de autoconhecimento.


a) Questione – se



O que me impulsiona? Do que eu gosto? Quais são meus desejos? Quais são minhas metas na vida pessoal e profissional? Onde preciso melhorar?


O autoconhecimento é um processo interno, pessoal. Por isso, aprenda a se ouvir!


O que te torna mais forte? O que te abala? O que te deprime?


Saber ouvir o seu "eu", te ajuda a bloquear falas e pensamentos negativos a respeito de si mesmo.


Não se deixe afetar pelos outros. Só você é capaz de tomar suas decisões.


E mais uma coisa, em todos os seus questionamentos, sempre tenha em mente o que te faz bem.

b) Tire um tempo só para você


A correria do dia a dia acaba nos afastando de nós mesmos.


Você tem tirado um tempo só para você?


Não?? Então comece imediatamente!


O silêncio é a melhor maneira para nos ouvir e nos conectar com as nossas crenças, nossas verdades.


Saia de frente do computador um pouco. Desligue o Wi-Fi. Deixe o celular de lado. (Mas continue pensando na gente, Carreia sem Frescuras te ama)


Com tantas tecnologias ao nosso dispor, é raro ficarmos 10 minutos sem usar alguma delas. Estamos sempre de olho no nosso WhatsApp, na nossa caixa de e-mail, atendendo e fazendo inúmeras ligações... PARE!



Dá uma relaxada, faça um exercício físico (em casa mesmo), leia um livro, tente cozinhar o seu prato favorito. Seja sua melhor companhia.

c) Tente escrever o que pensa


Teve uma ideia? Um projeto? Uma dúvida? Um sonho? Então pegue um pedaço de papel e uma caneta, e escreva sobre isso.


Escrever ajuda a exercitar o cérebro, ativa sua criatividade e ainda te ajuda a se conectar consigo mesmo.


Invista em uma agenda, um quadro branco, um App de celular, um diário... enfim! A ideia é se expressar através das palavras. Acredite, isso vai te ajudar a evoluir e a se conhecer melhor.

Se quiser mais conteúdos como esse, não deixe de acompanhar o nosso blog e seguir a nossa página do Instagram. Até mais!


d) Use a matriz SWOT para alcançar o autoconhecimento


Não, não falamos SWAT. Falamos SWOT!


“Ah isso aí eu manjo… são aqueles poliça do estrangeiro...”


Não, não, não…. definitivamente não!


Se colocar no google, certamente encontrará alguma definição para SWOT parecida com essa: “Análise SWOT ou Análise FOFA é uma técnica de planejamento estratégico utilizada para auxiliar pessoas ou organizações a identificar forças, fraquezas, oportunidades, e ameaças relacionadas à competição em negócios ou planejamento de projetos.”


Traduzindo, a análise SWOT serve para clarear a nossa mente. Quando aplicamos a análise SWOT no processo de autoconhecimento, por exemplo, conseguimos facilmente identificar quais são as nossas forças, quais são as nossas fraquezas, onde temos oportunidades de desenvolvimento e quais são as ameaças ao nosso redor que podem tirar o nosso foco.


Quer saber mais sobre como criar e aplicar a matriz SWOT em diversas situações e extrair o máximo dela? Continue seguindo a gente, manolo!


Posts recentes

Ver tudo