logo-transparente.png
Fundo Blog_mascara.png

Hard Skill ou Soft Skill: qual desenvolver?

Atualizado: 15 de Out de 2020

Se você pulou aqui de paraquedas e não sabe do que a gente tá falando (spoiler: é sobre Hard Skills e Soft Skills!), dá uma olhada no primeiro artigo! (olha aqui o outro artigo 😏😏)

E a resposta de um milhão de dólares é..... AS DUAS!!


Independente da função que você exerça, você não pode escolher se desenvolver em uma ou outra. É preciso fazer uma combinação entre as duas. Lógico, existem áreas que vão precisar de mais habilidades técnicas do que comportamentais e vice versa, mas no geral, todo mundo precisa crescer nas duas frentes para subir na carreira



Se desenvolver tecnicamente e esquecer os aspectos sociais é perigoso. Por mais que você seja um gênio técnico, de que adianta a empresa te contratar pelos conhecimentos técnicos se pode te demitir pelo comportamento?


Por outro lado, de que adianta ser a pessoa mais comunicativa, sociável e agradável no ambiente de trabalho e não conseguir desempenhar sozinha nenhuma das suas principais atividades?


É importante saber balancear as duas habilidades se você quiser progresso na sua carreira profissional. Como (provavelmente) disse algum sábio-monge, “Equilíbrio é tudo pequeno gafanhoto”

sim, o cachorrinho de novo porque gostamos dele e não estávamos a fim de procurar outro meme


Como a empresa pode te ajudar nesse desenvolvimento?


Por mais que a busca do desenvolvimento dessas habilidades seja algo individual, as empresas podem desempenhar um papel muito importante nesse processo.


Existem diversas formas da empresa ajudar os seus funcionários no desenvolvimentos das hard skills e soft skills e nós separamos algumas dessas formas aqui, saca só:


1. Incentivo no aprendizado de novos idiomas


Existem diversas empresas no mercado que incentivam os seus funcionários no aprendizado de um novo idioma. Já sabemos o quão importante é falar inglês nos dias de hoje e ter um auxílio da empresa nesse aprendizado pode fazer toda diferença. Inclusive, para tornar o processo seletivo mais inclusivo, algumas empresas estão até tirando o idioma dos requerimentos e escolhendo investir nos funcionários pós-processo. Parabéns pela iniciativa!


2. Intercâmbios


Nem todas as empresas conseguem proporcionar intercâmbios para os seus funcionários. Porém, se você trabalha em um lugar que ofereça isso para você, agarre essa oportunidade e não solte mais! Experiências culturas em intercâmbios te ajudam a se desenvolver profissionalmente e pessoalmente. E cá entre nós, conhecer outro país com a empresa nos bancando é mara, não?


3. Certificações e Licenças


Sabemos que o custo de certificações e licenças é alto. Por isso, verificar na sua empresa se existe algum auxílio financeiro é uma das primeiras coisas que você deve fazer antes de se matricular ou desistir de se qualificar. Muitas empresas enxergam o valor de desenvolver os seus funcionários! Fale com o RH da sua empresa e explore essa possibilidade


4. Criar uma cultura de feedback


Como já dizia Einstein:


“você não vai conseguir crescer só estudando ou praticando sozinho. Você precisa seguir o @carreirasemfrescuras e ter sempre alguém que te dê feedback e te coloque no caminho certo”

(não, ele não disse isso, mas se eu disser que foi qualquer outra pessoa vocês não iriam dar importância. Fica nosso segredo 🤫)


Entre outras palavras, para crescer na carreira, todos precisamos saber onde erramos e onde acertamos. Isso é principalmente verdade quando pensamos nas soft skills! Enquanto você sempre vai conseguir corrigir uma hard skill com mais estudo ou um ajuste técnico (dá para sempre saber como melhorar o inglês, ou seus conhecimentos em PowerPoint, né), precisamos de feedback para melhorar as soft skills. Criar a cultura de feedback é uma das melhores formas de incentivar o desenvolvimento dessas habilidades.


Beijos de Luz no seu coraçãozinho.


Gostou? Segue, compartilha, curte, marca uns amigo e continue acompanhando nosso blog.

Posts recentes

Ver tudo